Rádio Podcast - Programa da semana
Culto ao vivo - Domingos às 20h

« Página inicial

Corte o Carvalho do deus Trovão 1º parte
Mário Hort - 09/08/2016

Entre as numerosas visitas internacionais, recebemos o Dr Marcus Balli, da Alemanha. Há 30 anos, por ocasião de nossa visita a sua igreja, na Alemanha, ele havia se proposto, algum dia visitar M. C. Rondon, PR, no Brasil.

Logo na recepção do ilustre visitante falei do meu propósito, de escrever: “Corte o carvalho do deus Trovão”, em Fritzlar, sua cidade natal. Imediatamente Marcus narrou à história do carvalho, (Donar-Eiche) que foi cortado no ano 723, dizendo: “Na localidade de Geismar, hoje a cidade de Fritzlar habitava um povo pagão; não se tratava de germânicos, nem anglos, ou saxões. Eles se denominavam: ‘Chatten’ e servia ao ‘deus-Donar’ = o deus do trovão. Que segundo sua crença, habitava no ‘Carvalho-Donar’”, afirmou. (A quinta-feira, em idioma alemão é chamada de “Donerstag” e tem sua origem no “deus-donar”, segundo a mitologia.)

“Com o corte deste carvalho, pelo Bispo Bonifácio, sem nenhuma interferência do “deus-Donar”, os sacerdotes pagãos ficaram assustados e o povo fugiu. A queda de uma única árvore, pelo machado de Bonifácio foi a principal força promotora para a evangelização do povo germânico e de toda Europa”, afirmou o médico, com muita emoção, logo na chegada à nossa casa.

Nessas breves palavras o médico narrou, de forma dramática, o ato do Bispo e prometeu auxiliar nas despesas de minhas passagens, caso eu aceitasse escrever sobre o assunto, em sua cidade.

Agora estou em Fritzlar com amigo e irmão em Cristo, Dr. Balli. Nós nos reencontramos no culto onde ele é pianista do grupo de louvor. A residência da casa de seus pais tem um portão “largo”, mas há poucos metros está à porta “estreita” da igreja, que Deus usou como “machado” para cortar o carvalho de sua vida sem Deus. Pois, o Dr. Marcus começou a frequentar a igreja situada ao lado de sua casa, aos seis anos de idade.

Aos 16 anos, durante um culto, o Espírito Santo cortou o “carvalho” do jovem Marcus, com uma palavra muito simples de Jesus, que disse: “Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai, se não por mim.” João 14:6. Dessa forma Deus plantou um novo “carvalho” por Jesus, na família de Deus.

Os pagãos que residiam na região da Alemanha eram os bárbaros, e serviam os deuses da fertilidade, da guerra, do conhecimento, da sabedoria, poesia, magia, trovão... E sofriam escravizados por deuses, que na verdade eram demônios, criados em suas próprias imagens e imaginações. O bizarro foi que com isso, viviam angustiados durante milênios e sacrificavam animais e seus próprios filhos, para agradar a suas divindades.

Porém, as machadadas de Bonifácio “ressoaram” por toda Europa e derrubaram aquele único “Carvalho-Donar”, na localidade de Geismar, atualmente Fritzlar, pelo poder da cruz de Cristo Jesus, que morreu pelos nossos pecados e com isso iniciou-se a maior obra de evangelização da Alemanha e da Europa.

Os braços que ergueram aquele machado e cortaram o carvalho no ano 723, mudaram a história da Europa. O filme “Die Axt Gottes” – “O Machado de Deus” apresenta o corajoso bispo Bonifácio, como quem foi o primeiro Europeu e “Apóstolo da Alemanha”. http://gloria.tv/?media=618072&language=1AqzDDqB4FE

Após o corte do “carvalho do deus do trovão”, os pagãos entenderam que os deuses não representam nada, mas Deus, em Cristo Jesus é o verdadeiro e soberano Deus do universo, e logo foram batizadas multidões de bárbaros e diferentes povos nativos da Europa, que se tornaram cristãos.
 

Mário Hort

Gostou? Compartilhe esta página em sua rede social:

Mostrar todos os artigos