Rádio Podcast - Programa da semana
Culto ao vivo - Domingos às 20h

« Página inicial

A força do amor conjugal na reconciliação
Pr. Mário Hort - 03/07/2018

 

6° parte

A força do amor é capaz de perdoar e fazer possível uma reconciliação?

Deus me presenteou com um brinde pelo amigo e proprietário do Hotel Maestro de Cascavel, para escrever durante uma semana.

Então enviei uma mensagem ao meu filho na fé, Paulo, que reside na cidade, dizendo: “Sou ‘cascavel’ por uma semana’, para escrever o tema: ‘A força do Amor Conjugal’”. - “Pastor, eu tenho uma experiência muito forte para o seu tema”, ele respondeu imediatamente.

No dia seguinte Paulo me levou para tomarmos o café da manhã, e ele narrou a história: Maurício (nome fictício) e sua esposa eram crentes e ele fazia todos os agrados da esposa. Ela teve dinheiro suficiente para cuidar de sua imagem, o que contribuiu para que ela fosse atraente para um homem casado.

A traição aconteceu e ela engravidou. Passado algum tempo, o homem abandonou sua esposa para viver com a amante e o filho que ele gerou. Porém, não demorou e o homem se arrependeu, voltou para sua esposa e família e a mãe ficou sozinha com o filho menor, que teve com um homem casado.

Nesse tempo o marido que perdeu a esposa, também perdeu o seu emprego, e fez uma avaliação de fertilização, quando descobriu que ele jamais poderia gerar um filho. Tudo fez parecer que Deus e o mundo lhe haviam abandonado.

Alguns anos mais tarde ele se encontrou com a sua ex-esposa. Após longos e difíceis diálogos, juntos buscaram a graça de Deus, mas desta vez em espírito e verdade, em consagração total ao Senhor. Assim voltaram à vida comum de um novo lar, agora com o filho da esposa, cuja paternidade, o Maurício aceitou demonstrando seu pleno perdão.

Passado algum tempo a esposa estava grávida e segundo ela, não havia acontecido uma nova traição.

Porém, quando a criança nasceu, o pai fez o DNA da criança e foi confirmado que Deus fez o milagre em sua saúde.

A graça de Deus trouxe a saúde ao esposo que pode gerar o seu próprio filho, como presente de Deus pelo perdão e a reconciliação com sua esposa.

O braço quebrado pela traição foi “engessado” e curado, graças a Deus!

A reconciliação funciona! O perdão é divino e o fogo que se apagou, pode ser reacendido pelo amor de Deus!

Porém, é preciso que isso aconteça pela FORÇA DO PERDÃO de Deus.

Pr. Mário Hort

Mostrar todos os artigos