Rádio Podcast - Programa da semana
Culto ao vivo - Domingos às 20h

« Página inicial

Consolo para os líderes religiosos desde a Turquia
- 15/06/2011

 

Nos últimos anos, eu sinto cada vez mais temor do Juízo Final como pastor Mário Hort. Pois, quanto mais o tempo passa, mais “ruínas” encontro de “edifícios da fé” que construímos com muito sacrifício e lágrimas. Quando menos esperamos, encontramos uma “ruína” na vida de pessoas e igrejas que edificamos com toda sinceridade.

O que me assusta é que Bíblia diz: “Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo”. 1. Cor. 2: 14-15 

Ao ver uma pessoa que instruímos nos caminhos de Deus ser mau exemplo, o temor do Juízo Final aumenta em meu peito. Mas, encontrei na Turquia um consolo e uma compreensão mais ampla do trabalho dos ministros de Deus. Esse país foi um dos maiores campos missionários de Paulo e de outros apóstolos. Mas não encontrei ainda nenhum cristão, inclusive um jovem vendedor não sabia o que significa: cristianismo, Evangelho, e não sabia o que é uma igreja. Seu velho amigo sabia muito menos.

Outro comerciante muito simpático disse: “O apóstolo Paulo foi o religioso mais falso que conheci em meus estudos religiosos”. Que decepção para minhas pesquisas à procura das “pegadas” do apóstolo Paulo.

Encontramos no alto de uma montanha, a 250 metros de altitude junto ao Mar Mediterrâneo, uma velha igreja evangélica que foi transformada em mesquita e não nos foi permitido pisar no interior dessa ruína. Noventa e oito por cento da nação da Turquia é muçulmana. Oficialmente existe liberdade religiosa, mas o povo está fechado para ouvir outras opiniões religiosas.

Recebi a informação da guia turística que existe uma única igreja romana que conseguiu permissão para edificar um templo em Istambul, na Capital. Mas, o sacerdote disse algumas palavras ofensivas e agora deve celebrar suas missas com guarda-costas. 

Existe uma igreja evangélica e um cemitério na cidade Alanya, onde residem 30 mil alemães, que possuem suas casas de férias nesse país.

Líderes católicos e evangélicos, nós ficamos desanimados ao ver nossos edifícios em “ruínas”. Obtive grande consolo, ao compreender que o nosso trabalho será avaliado somente no Juízo Final. Não seremos julgados por aquilo que nós vemos, mas pelo que Deus vê e tudo isso terá sua conclusão somente no Juízo final em sua vasta ação global. A missão do apóstolo Paulo ainda não foi concluída. Também nossa missão não será concluída na hora de nossa morte. 

Colegas, professores líderes do povo! Recebam esse consolo, também sabendo que nossa luta não tem nem mesmo alguma semelhança com a dos apóstolos. Muitos deles foram queimados, decapitados, crucificados e jogados para as feras. Mas, suas vestes coloridas de sangue ainda hoje influenciam o mundo. Aqui no local onde eles trabalharam sobrou pouco, mas estamos apenas no começo da era dos computadores, da internet e de um mundo virtual sem fronteias, pela internet. 

Temos somente um desafio: “Devemos permanecer firmes em nossa pequena missão. Devemos concluir nosso trabalho cabalmente. É preciso não desanimar por vergonhas que passamos com ‘ruínas’ de nossos trabalhos. Eles podem ressurgir como ‘palácios’ da verdade ainda daqui a mil anos. Amanhã da ressurreição de nossos trabalhos pode tardar, mas não vai falhar”.

Pr. Mário Hort

Mostrar todos os artigos