Rádio Podcast - Programa da semana
Culto ao vivo - Domingos às 20h

« Página inicial

Uma pequena luz nas trevas - Parte 1
- 18/07/2011

Natalia, minha esposa, voltou de sua costureira, onde recordaram o dia que ela chegou com a notícia de sua gestação, com a jovem que agora estava como noiva na foto da capa do livreto “Cuida das portas e janelas de seu matrimônio”. A costureira disse: “Natalia, vosso trabalho é como uma pequena luz nas trevas. Diga ao pastor Mário que escreva um livrinho com esse tema”. 

Uma pequena luz nas trevas de Sodoma! 

A costureira sugeriu que eu escrevesse sobre “A pequena luz nas trevas”, quando eu chegava de um sepultamento e de uma visita onde o pai da família havia dito: “Pastor Mário, você é como nosso pai Abraão, quando precisamos de alguém para interceder por nós!”. Abrão intercedeu por Sodoma. Gen. 18:22 - 33. Após ouvir tristes notícias durante esse dia, tentando achar consolo para a família, falei ao pai: “Estamos vivendo em Sodoma, e isso é apenas o princípio...”.

Ao me despedir de uma reunião de pastores (sou aposentado, não posso mais interagir), vendo o que está acontecendo entre o corpo pastoral, eu disse para a esposa de um pastor: “Isso é Sodoma e Gomorra!”. O quê? A reunião dos pastores. O apocalipse está se manifestando entre os pastores e famílias crentes em todas as confissões religiosas e até pagãs. Leia o cap. 13 do livro de Apocalipse, que fala figurativamente de tudo isso. Só falta o chegar o pior.

Um leitor de Vila Rica, Mato Grosso, escreveu perguntando: “Nós já estamos passando o que está escrito nas Escrituras do Apocalipse?”. Nossa pequena luz do testemunho do cristianismo genuíno se encontra sobre o “epicentro” do terremoto de Sodoma, num contexto apocalíptico. Não é apenas uma questão sodomita, mas acontece em todos os sentidos, inclusive nos meios cristãos, evangélicos, pentecostais, neopentecostias, isso é “Sodoma” no século XXI, como escreveu o apóstolo Paulo: “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinamentos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras...” 1.tim. 4 1 - 2 

Jesus disse: “Nesse tempo muitos hão de se escandalizar, trair e odiar uns aos outros, levantando-se muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E por se multiplicar a iniquidade, o amor esfriará em quase todos. Aquele, porém, que persevera até o fim, esse será salvo. E será pregado o evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então virá o fim” Mt. 24:10 - 14.

 

As trevas de nossos 

dias são apocalípticas!

A costureira pediu que eu escrevesse sobre a luz nas trevas, e o que mais me assustou é que eu vivi nos últimos anos até enfartar, na luta contra as trevas apocalípticas da “Sodoma religiosa”. Não, não se trata de uma “noite” que no dia seguinte amanhece com um sol radiante. Estamos enfrentando “trevas” que podem ter o mesmo resultado dos atos do povo de Sodoma, cujo povo vivia de maneira desenfreada. Gen. 19:23 - 29.

Como carregar ainda em nossos corações a pequena luz, em plena tempestade de um furacão?

Como poderemos manter acesa essa chama no coração dos crentes, numa confusão infernal, em vestes de anjos da luz. 2. Cor. 11:14 - 15

Tenha cuidado para discernir entre a luz de Deus e a luz do inferno.

Pr. Mário Hort

Mostrar todos os artigos