Rádio Podcast - Programa da semana
Culto ao vivo - Domingos às 20h

« Página inicial

Os anjos do Senhor estão ao redor daqueles que o temem! Sal. 34: 8 - 1ª parte
Pr. Mário Hort - 11/03/2014

Corrie tem Boom (a missionária holandesa que milagrosamente sobreviveu no campo de concentração dos nazistas) chegou à aduana da Rússia, no tempo do governo comunista, com suas malas repletas de bíblias.

Os policiais revistavam mala por mala e no coração da missionária surgiu a pergunta: “O que os policiais russos farão comigo. Irão me mandar de volta para a Holanda ou serei condenada à prisão?”. Corrie fechou seus olhos e disse em oração: “Senhor, tu prometeste cuidar de tua palavra. Estas bíblias em minhas malas são a tua palavra. Cuide para que elas possam ser oferecidas às crianças na Rússia”. Corrie disse: “Quando abri meus olhos depois da oração, vi ao redor de minhas malas seres celestiais, anjos de Deus!”. A missionária continuou: “Foi a primeira e única vez que eu vi os anjos, mesmo que muitas vezes senti que eles estavam ao meu lado, mas nesse instante eu os vi por um pequeno momento e depois novamente desapareceram”, concluiu.

Após essa visão, todo o medo da missionária desapareceu. Corrie empurrou suas malas em direção ao policial. E finalmente chegou a vez de suas malas serem examinadas.O policial perguntou: “São estas as suas malas?”. Sim, disse ela. Ele levantou uma mala sobre uma mesa, e Corrie disse: “Elas são bastante pesadas!”. O policial sorriu e disse: “A senhora é a última, assim eu posso ajudar a levar suas malas. Venha, eu levo suas malas para o táxi. O coração da missionária jubilava enquanto o policial pessoalmente levava suas malas por todo o edifício aduaneiro e as colocou no táxi, que levou Corrie até ao hotel, em território russo.

Cuidado com a manifestação de anjos do inferno!

Paulo diz: “E não é de se admirar, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz”. (2 CO 11:14) Quando o povo de Moabe queria fazer Balaão maldizer o povo de Israel, o anjo do Senhor o impediu. Diz a bíblia: “Balaão levantou-se pela manhã, albardou a sua jumenta e foi com os príncipes de Moabe”. Então o anjo do Senhor passou mais adiante, e pôs-se num lugar estreito, onde não havia caminho para se desviar nem para a direita nem para a esquerda. E, vendo a jumenta o anjo do Senhor, deitou-se debaixo de Balaão; e a ira de Balaão acendeu-se, e espancou a jumenta com o bordão.

Então o Senhor abriu a boca da jumenta, a qual disse a Balaão: que te fiz eu, que me espancaste estas três vezes? O Senhor abriu os olhos a Balaão, e ele viu o anjo do Senhor, que estava no caminho e a sua espada desembainhada na mão; pelo que inclinou a cabeça, e prostrou-se sobre a sua face. Então o anjo do Senhor lhe disse: “Por que já três vezes espancaste a tua jumenta? Eis que eu saí para ser teu adversário, porquanto o teu caminho é perverso diante de mim”. (NM 22:21-32)

Precisamos de anjos que falem por jumentos para dizer:
"Esposo, não vá para a prostituta... Esposa, não deixe o estranho entrar... Filho, evite o primeiro gole... Jovem, não aceite cigarros...
Precisamos de muitos jumentos falantes para desviar os jovens dos entorpecentes. A polícia não consegue tirar os jovens da Cravolândia, talvez uma dúzia de jumentos resolvesse, se falassem nas rodas do fumo e nas Oktoberfests de muitas cidades?

Pr. Mário Hort

Mostrar todos os artigos